Os esportes com chances de medalha nos Paralímpicos

Publicidade
Daniel Dias, da natação, é uma das maiores esperanças de medalhas do Brasil. Foto: Miriam Jeske, Rio 2016
Daniel Dias, da natação, é uma das maiores esperanças de medalhas do Brasil. Foto: Miriam Jeske, Rio 2016
O Brasil é uma potência no esporte Paralímpico, e nos Jogos Rio 2016 o Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB) estabeleceu a meta de ficar entre os cinco melhores no quadro de medalhas. Para isso, conta com astros de nível internacional em vários esportes. Pensando no torcedor que quer comprar ingressos para comemorar a conquista de medalhas, o Rio2016.com lestou as modalidades com maior chance de o Brasil brilhar.

Natação

A natação é um dos esportes nos quais o Brasil mais se destaca nos Jogos Paralímpicos. O principal astro é Daniel Dias, que ganhou seis ouros nos Jogos Londres 2012: 200m livre classe S5, 50m livre S5, 100m peito SB4, 50m costas S5, 50m borboleta S5 e 100m livre S5. Outro grande nome da natação brasileira é André Brasil que há quatro anos ganhou ouro nos 50m livre, 100m livre e 100m borboleta, além de prata nos 100m costas e 200m medley, todos na classe S10.

Atletismo

Também não faltam astros com chances de medalhas no atletismo Paralímpico. Entre os nomes de destaque estão Teresinha Guilhermina, que ganhou dois ouros em Londres 2012, e a dupla de velocistas que competem nos 200m da classe T47: Petrucio Ferreira, recordista mundial, e Yohansson Nascimento, campeão Paralímpico e mundial. Outro recordista mundial que vai representar o Brasil com boa chance de ouro é Daniel Tavares, nos 400m classe T20. Felipe Gomes é o atual campeão Paralímpico nos 200m classe T11 e vai defender seu título, assim como Alan Fonteles, que chamou a atenção do mundo ao conquistar os 200m classe T44 em Londres 2012. Completa o time Shirlene Coelho, ouro Paralímpico no lançamento do dardo classe F37/38 em 2012 e campeã nos Jogos Parapan-Americanos Toronto 2015.

Futebol de 5

Na versão do futebol para deficientes visuais, o Brasil é tricampeão Paralímpico, e dois jogadores, Jefinho e Ricardinho, já foram eleitos melhores do mundo. No Mundial de 2014, no Japão, o Brasil foi campeão derrotando a Argentina por 1 a 0. Nos Jogos Parapan-Americanos Toronto 2015, nova vitória brasileira sobre os argentinos, por 2 a 1, na final. Os eternos rivais sul-americanos estão classificados para o Rio 2016.

Goalball

Brasil foi medalha de prata nos Jogos Paralímpicos de Londres 2012 – perdeu o ouro para a Finlândia, que venceu a decisão por 8 a 1. No Campeonato Mundial da Finlândia, no ano passado, o Brasil deu o troco e foi campeão ao vencer os anfitriões por 9 a 1. Em Toronto 2015, o time foi medalha de ouro ao derrotar os Estados Unidos por 10 a 4. Brasil, Finlândia e EUAsão alguns dos países que lutam por medalhas no Rio 2016. No time brasileiro, o destaque é Leomon Moreno

Bocha

Maciel Santos Maciel Santos foi medalha de ouro na categoria individual BC2 dos Jogos Londres 2012 e é um dos destaques da equipe brasileira que promete brilhar em casa. O Brasil ainda conta com Dirceu Pinto, que ganhou dois ouros em Londres 2012, e Eliseu dos Santos, dono de ouro e um bronze há quatro anos.

Esgrima em cadeira de rodas

O brasileiro Jovane Guissone é atual campeão Paralímpico e número 3 no ranking mundial na espada, além de número 12 no florete, ambos na categoria B.

Judô

No esporte, que tem Antônio Tenório como um de seus ídolos, a nova geração será representada por Wilians Araújo, que terminou 2015 como líder do ranking mundial na categoria + 100kg.

Voleibol sentado

Brasil é vice-campeão Mundial e campeão Parapan-Americano. Vai lutar contra as superpotências da modalidade, Irã e Bósnia-Herzegovina.

Valéria Zukeran, Rio 2016
Publicidade