Sedel promove curso de Iniciação Esportiva e Handebol

Publicidade
A Secretaria de Estado do Esporte e Lazer (Sedel) está promovendo o curso de capacitação em Iniciação Esportiva e Handebol nos municípios de Buriti Bravo e Dom Pedro, localizados na região leste maranhense. A capacitação faz parte do projeto de qualificação de professores dos municípios que vão participar da 44ª edição dos Jogos Escolares Maranhenses 2016 – JEMs.

Participam do curso cerca de 100 gestores esportivos, dentre professores, técnicos, árbitros e educadores físicos da rede pública e particular de ensino, que atuam no processo de ensino e aprendizagem do esporte. Durante a capacitação em Iniciação Esportiva são apresentadas diferentes propostas pedagógicas para a iniciação esportiva nos diferentes níveis de rendimento.

Handebol masculino mostra força no Maranhão
Handebol masculino mostra força no Maranhão. Foto: Divulgação
“Buscamos repassar aos professores as noções básicas sobre os sistemas de jogo, possibilitando melhor estruturação e direção de equipes das diferentes modalidades na iniciação esportiva”, explica o diretor geral dos JEMs, professor Sandow Feques Sandow, que ministra o curso em Iniciação Esportiva em Dom Pedro.

Em Buriti Bravo, o superintendente de esporte de alto rendimento da Sedel, professor Eduardo Telles, apresenta as habilidades motoras necessárias para a prática do handebol, regras e táticas da modalidade para se iniciar a prática.

“Para melhorar a performance dos estudantes nos JEMs, realizamos esse curso, que contribui de forma relevante na capacitação dos gestores esportivos envolvidos nos Jogos Escolares, pois esses profissionais têm um papel fundamental no processo de planejamento e operação de seus atletas nas competições”, ressalta Sandow.

Segundo a secretária adjunta de esporte educacional, Joslea Rodrigues, a capacitação é uma das principais metas da Sedel para fazer dos JEMs uma competição de alto nível, pautada nos princípios do esporte educacional.

“Temos grande preocupação com a capacitação dos gestores esportivos devido a relevância e impacto de suas atuações na modalidade do futebol, seja em seu fomento e desenvolvimento ou na alta performance e no sentido pedagógico”, enfatiza.

Heloísa Vasconcelos
Publicidade