Voz atrasada e oportunista em “defesa” da Baixada

Publicidade
Nos últimos dias, os outrora surdos e mudos meios de comunicação de propriedade da família Sarney, resolveram como que por milagre grazinar e, pasmem, em “defesa” da Baixada por décadas esquecida e mesmo atacada por uma política excludente que espalhou a pobreza em todos os rincões do Estado.


Eis que agora o jornal de Sarney descobriu uma tal voz em defesa da Baixada, que ressoa com ao menos 30 anos de atraso. Este é o período, por exemplo, em que o sr Sarney Filho exerce mandatos consecutivos de deputado federal, tendo como um dos seus feudos eleitorais a sofrida Baixada.

Em três décadas, não se tem notícia de que algum baixadeiro tenha ouvido a voz do pai do deputado Adriano Sarney sobre diques ou coisa que o valham.

Ao contrário, mesmo tendo ocupado o posto de ministro do Meio Ambiente, não há uma única ação concreta de Sarney Filho em defesa dos Campos da Baixada.

Pois bem, agora aqueles que deixaram o povo da Baixada no mais completo abandono viraram arautos do desenvolvimento da Baixada. É inacreditável!

Mas, o povo da Baixada tem inteligência suficiente para distinguir quem são os responsáveis pelo atraso de uma das regiões mais prósperas dada sua riqueza natural e o trabalho que em apenas um ano de governo vem sendo desenvolvido pelo governador Flávio Dino em favor da região.

Blog John Cutrim
Publicidade