Região da Grande Vila Fiquene recebe rede de água

Publicidade
O problema da falta de água na região do Parque das Mangueiras, Alvorada I e II e das vilas Ayrton Senna, Fiquene, Independente e Palmares, em Imperatriz, deverá ser solucionado nos próximos 45 dias. Isso graças à implantação, pelo Governo do Estado, de uma rede de distribuição de água, que já está com as obras em execução, por meio de parceria entre a Secretaria de Estado de Infraestrutura (Sinfra) e a Companhia de Saneamento Ambiental do Maranhão (Caema).
Clayton Noleto
Secretário Clayton Noleto vistoria obra de instalação da rede de abastecimento de água. Foto: +GovernoMA 
Cerca de 40% da rede hídrica da região está sendo construída, com investimento de R$ 500 mil. As obras vão beneficiar 30 mil pessoas. O secretário de Estado de Infraestrutura, Clayton Noleto, vistoriou, na terça-feira (22), os trabalhos que estão em andamento.

“Essa é uma obra que vai viabilizar o acesso à água e proporcionará qualidade de vida a população de toda uma região que, há décadas, sofria com a falta d’água. Nós já estivemos aqui, em outras oportunidades, nos sensibilizamos com o problema e decidimos, com o projeto da Caema, executar os serviços. Estamos muito contentes porque o acesso à água é acesso à vida”, informou o secretário.

Uma adutora está sendo construída e três bombas viabilizadas, sendo uma de reserva, para garantir maior vazão e o fornecimento contínuo da água. De acordo com Clayton Noleto, além do ponto de água nas casas, haverá o melhoramento das principais ruas contempladas pela obra.

Os moradores aprovaram a iniciativa. “Muitos aqui nunca souberam o que é ter água na torneira. Então, vendo essa obra acontecer é bom demais, ficamos muito satisfeitos”, disse o comerciante Elias Brito. A dona de casa Vera Lúcia Sousa diz que já está contando os dias para realizar o sonho de ter água nas torneiras de casa. “A vida aqui é sofrida demais. Nossa rotina aqui é todo dia com carrinho de mão, carregando baldes e baldes, às vezes com água até suja, para fazer tudo. Em época de seca, só dar para puxar dois baldes. Então essa obra vai mudar demais nosso dia a dia”, detalha.

+GovernoMA 

Publicidade

Publicidade