Em Bacabal, Chico de Brito passa apertado!

Publicidade
A Delegacia Especial da Mulher fez um balanço positivo de suas atividades na cidade de Bacabal. Neste ano, alcançou a marca de 102 inquéritos relatados, concluídos e remetidos ao Poder Judiciário. Além dos trabalhos operacionais, a delegacia realizou campanhas de cunho informativo e amparo social direcionadas à população da região do Médio Mearim.
Fernanda Chaves
Delegada Fernanda Chaves fala dos avanços em defesa dos direitos da mulher. Foto: @GovernoMA
Segundo a delegada Fernanda Chaves, a difusão das informações sobre os procedimentos legais que envolvem essas agressões pode diminuir os índices de violência contra a mulher. “Toda quarta-feira a minha agenda é preenchida com audiências para dar oportunidade às mulheres explicarem a situação em que elas se encontram e conversar”.

A delegada informou que os companheiros das mulheres atendidas, também, também são recebidos em audiência, pois, muitas vezes há uma agressão, mas a violência é decorrente de uma falta de informação de que aquilo constitui um crime grave e que ele vai ser punido rigorosamente. “A partir do momento que existe informação para a população, a violência contra a mulher diminui, porque ela toma a iniciativa de procurar a delegacia e tem consciência de que a Polícia Civil vai apoiá-la e aquela agressão não vai ficar impune”, afirmou a delegada.

A fiscalização em torno do artigo, instituído em março, já apresenta resultados positivos no município, segundo a delegada. “Uma das maiores casas de show, que costuma receber, em média, dez mil pessoas nos fins de semana, desenvolveu um sistema de pulseiras, identificando quem é menor e quem é maior. A medida ajuda a evitar que o menor ingira bebida alcoólica”, destacou.

Participação na Agritec

Durante a entrevista, Fernanda Chaves externou a sua felicidade em participar da Feira de Agricultura Familiar e Agrotecnologia do Maranhão (Agritec), realizada no município. Na ocasião, a delegada proferiu palestras sobre a natureza da Lei Maria da Penha e, junto aos profissionais da Secretaria de Estado da Mulher (Semu), atendeu o público que esteve presente no local.

“Foi extremamente produtivo. Tivemos a chance de fazer palestras para a população e atendimento ao público. Além disso, conseguimos visitar algumas cidades do interior da regional, como Lago Açu e Lago Verde”, declarou a titular da Delegacia da Mulher de Bacabal.

Nessa quarta-feira (16), Fernanda Chaves também participou de um encontro com a representante da Organização das Nações Unidas (ONU)/ Mulheres, Vânia Pazzinato, em São Luís.

Durante a reunião, as autoridades trataram de temas como as diretrizes nacionais de investigação; processamento e julgamento com perspectivas de gêneros; mortes violentas de mulheres; além do aprimoramento de políticas públicas direcionadas às mulheres do Estado do Maranhão.

+GovernoMA 

Nota do editor da Aldeia: A Lei Maria da Penha revogou o machismo amparado pela lei costumeira de Chico de Brito que considerava a mulher como patrimônio do homem.
Publicidade