Encontro comemora conquista do voto feminino

Publicidade
Gil Carvalho e Claudir Porcino

Imperatriz, MA. Promovido pela Secretaria Municipal de Políticas Públicas para Mulheres, o 3º Encontro Mulher, Poder e Decisão, reuniu na tarde dessa terça-feira (24) no plenário da Câmara de Vereadores mulheres de vários segmentos da sociedade de Imperatriz.

A secretária Conceição Formiga destacou que alusivo ao 8 de março – Dia Internacional da Mulher – será mobilizado os segmentos religiosos para que reforcem a programação comemorativa que será desenvolvida pela Prefeitura de Imperatriz. “Vamos criar uma rede para que pelo menos duas mil mulheres ouçam ‘a voz de outras mulheres’ falando sobre esse tema”, adiantou.

Ela explicou que o encontro dessa terça-feira simboliza um marco histórico da mulher brasileira, pois nesta data foi instituído o voto feminino, onde as mulheres conquistavam, depois de muitos anos de reivindicações e discussões, o direito de votar e serem eleitas para cargos no executivo e legislativo.

Conceição Formiga
Encontro lembra os 83 anos  da conquista do voto feminino
“Nós não poderíamos deixar de lembrar dessa data, ocorrida em 24 de fevereiro de 1932, ou seja, há 83 anos”, disse ela, ao reforçar os eventos que serão promovidos durante a Semana da Mulher em Imperatriz.

Formiga reitera ainda que o encontro “Mulher, Poder e Decisão” visa incentivar o público feminino a participar da política, não apenas na condição de candidata a cargo eletivo, mas nas organizações de associações de moradores de bairros, clube de mães e grupos de mulheres. “Nós precisamos aprender a ser política, pois a natureza não dar um salto: a pessoa sai lá da cozinha e/ou da família e de repente se torna deputada. É preciso aprender! Temos que conviver na comunidade com os problemas, decidindo e falando”, frisa.

A secretária observou que dos 21 vereadores imperatrizense, somente três são mulheres, e defendeu que leis tenham mais “visão feminina”, pois atualmente somente existem leis com “pensamento de homem”. “Já houve avanços, embora tenha diminuiu o número inclusive de deputadas no Maranhão”, frisa.

A vereadora Caetana Frazão (PSDB) observa que o “evento representa a difusão das conquistas das mulheres adquiridas nestes últimos 83 anos, pois faz muito tempo que a mulher conseguiu esse direito, porém ainda é pouco votada”. “No Brasil, somente 13% dos eleitos são de mulheres, fato considerado muito pouco pela luta e o conhecido do público feminino”, pontuou.

Ele entende que essa conquista avançou, mas ainda não chegou ao patamar desejado pelas mulheres, ou seja, ter pelo menos 50% eleitos do sexo feminino. “Esse número atual ainda é muito pouco”, emendou.

O vice-prefeito Luís Carlos Porto, que representou o prefeito Sebastião Madeira, disse que “atualmente vivemos uma época que a sociedade compreende o valor da pessoa humana, das diferenças e, conseqüentemente, começam a surgir às conquistas, como é o caso das mulheres. “As mulheres tiveram muitas conquistas e, hoje, praticamente não discutimos mais a questão de gênero, pois a mulher avançou no campo intelectual; são executivas, empresárias, e políticas”, finalizou
Publicidade

Publicidade