Pezão tomou posse e empossa secretários

Publicidade
Pezão chegou pontualmente às 10h na Alerj
Jornal do Brasil

Rio de Janeiro, RJ. O governador reeleito do Rio de Janeiro, Luiz Fernando Pezão (PMDB), e o vice-governador Francisco Dornelles (PP), foram empossados na manhã desta quinta-feira (1/1) na Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj), no Centro. Pezão e Dornelles assumem, oficialmente, os seus mandatos para os próximos quatro anos.

Esbanjando sorrisos, Pezão chegou pontualmente na Alerj, às 10 horas. Já Dornelles, entrou na casa legislativa um pouco mais cedo e apenas cumprimentou os jornalistas. Autoridades do executivo e do judiciário compareceram à cerimônia. O arcebispo do Rio de Janeiro, cardeal Dom Orani Tempesta, foi convidado para a mesa diretora, presidida pelo presidente da Alerj, Paulo Mello (PMDB). O evento durou menos de 30 minutos.

Os convidados começaram chegar na Alerj por volta das 9h. A deputada estadual Cidinha Campos (PDT) foi uma das primeiras a entrar na portaria principal da Casa. Ela foi convidada pelo governador para assumir a pasta de Defesa do Consumidor. Entre os convidados, estava a presidente do Tribunal de Justiça do Rio, a desembargadora Leila Mariano.

Após a cerimônia na Alerj, Pezão seguiu para o Palácio Guanabara, em Laranjeiras, Zona Sul do Rio, onde aconteceu a cerimônia de posse do seu secretariado, desde às 11h.

Pezão está a frente do governo do estado desde abril de 2014, quando Sérgio Cabral deixou o cargo para se candidatar ao Senado. Luiz Fernando Pezão foi eleito no dia 26 de outubro, ganhado do senador Marcelo Crivella (PRB), com 55,78% dos votos válidos.
Publicidade