Flávio Dino apresenta projetos de Ciência e Tecnologia

Publicidade
Aline Louise

São Luís, MA. O ministro das Ciências e Tecnologia, Aldo Rebelo, recebeu Flávio Dino para uma reunião de trabalho nesta quinta-feira (22). Dar início a investimentos na infraestrutura tecnológica para o Estado e a retomada do Centro de Lançamento de Alcântara como um polo promotor de tecnologia de ponta e conhecimento de alta qualidade para todo o Maranhão foram definidos como fundamentais. Flávio Dino defendeu o CLA como um projeto prioritário para o Brasil e para o Estado.

Flávio Dino e Aldo Rebelo
Do mesmo partido do governador, Aldo Rebelo do PCdoB deve liberar mais recursos para o Maranhão
Com a perspectiva de aumento nos investimentos em conhecimento, pesquisa, acesso à internet e desenvolvimento tecnológico, o governador do Maranhão apresentou pleitos do Estado para a melhoria dos indicadores sociais, tendo como foco a educação de alta qualidade e reposicionamento do Maranhão como estado propulsor de tecnologia a partir do Centro de Lançamento de Alcântara.

Descentralizar a produção de conhecimento aeroespacial no Brasil, aproximando a academia e a sociedade de um dos centros tecnológicos mais importantes do país, localizado no município de Alcântara – MA, é um dos objetivos do governador. O projeto, segundo Flávio Dino, deve ser retomado para garantir que o Brasil desenvolva tecnologias próprias para projetar, fabricar e lançar objetos espaciais na órbita terrestre.

“Esses investimentos trazem ganhos presentes e futuros, melhorando indicadores sociais e posicionando o Brasil no mercado tecnológico mundial,” afirmou o governador.

Responsável por gerir as agências e os institutos aeroespaciais, Aldo Rebelo ouviu os relatos do governador, que visitou esta semana o Centro de Lançamento brasileiro localizado no Maranhão. Rebelo demonstrou interesse em fortalecer o CLA e garantir estudos para viabilizar a ampliação de estudos aeroespaciais no Maranhão.

Os dois debateram a ampliação de projetos importantes para o Estado, como o aumento da presença dos CVTs (Centros Vocacionais Tecnológicos) e CPTs (Centros de Capacitação Tecnológica), ambos em parceria com os Institutos de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão (Iema).

Publicidade