Entrevista com Seu Ricardo da Elétrica Fortaleza

Publicidade

Passado: Teu Nome é Saudade


Carlos Brandão
Seu Ricardo e Carlos Brandão, a poucos metros do Hotel São Luiz
Carlos Brandão

Imperatriz, MA. O ativista digital Carlos Brandão, homônimo do vice-governador eleito do Maranhão, realiza uma série de entrevistas com as lendas vivas da segunda maior cidade do do estado, Imperatriz.

Hoje, foi a vez de Carlos Brandão publicar suas impressões com Seu Ricardo da Elétrica Fortaleza, no auge dos 75 anos e compartilhamos.

Cearense de Camocim, Francisco Ricardo da Silva conta: "cheguei aqui nos anos 60 vindo de Fortaleza, trabalhava na Cotec empresa contratada para fazer a instalação de 400 linhas telefônicas em preparação para a inauguração da Telinsa, quem trabalhou junto comigo foi Valdeci Epifânio, tempos bons terminado meu trabalho não quais mais ir embora, aqui estou até hoje".

Carlos Brandão: Conte-me um pouco sobre a Elétrica Fortaleza:
Francisco Ricardo da Silva: Ah! com o término do meu serviço o que recebi do Fundo de Garantia apliquei nessa loja, umas das 4 grandes da época, vi que Imperatriz tinha futuro e que ia crescer, tai o resultado, eu tinha razão foram 10 anos de muita luta fiz o meu 'pé de meia' e não me arrependo.

Alguma lembrança desses bons tempos?
Sim, aqui conheci minha companheira, 50 anos de muito amor" E quem é a felizarda? Maria Carvalho de Sousa (Mariazinha do Hotel São Luis) foi e é importantíssima na minha vida, construímos e estamos escrevendo a nossa história com muito trabalho porém com grandes vitórias, sabe Brandão não tenho do que me queixar.

Fale mais de Imperatriz
Desde que pus meus pés aqui acreditei e pensei aqui será uma grande cidade, uma metrópole o progresso aqui será irreversível. Vivenciei os ciclos da madeira, do arroz, da pistolagem e da Serra Pelada. Não bamburrei (encontrar ouro em grande quantidade), comprei umas porcentagens junto com a Mariazinha mas não deu em nada (risos).

Três grande amigos...
Esses jamais esquecerei uma pena que já faleceram: Pedro Américo de Sales Gomes, Licínio da Rocha Cortez e Dorgival Pinheiro de Sousa. Até hoje me emociono ao lembrar deles.

Estou sabendo de uma história sobre um tal bolo frito?
Como você soube? não tem nenhum segredo comecei fazendo para os hóspedes do hotel e pronto, não parei mais! O segredo? É que não tem segredo! (Risos)

Alguma coisa mais a acrescentar?
Sim, a violência, falta mais investimento e mobilização do jeito que vai não vejo saída.

Elétrica Fortaleza
Elétrica Fortaleza atravessou os ciclos da madeira, do arroz, da pistolagem e de Serra Pelada
Publicidade