São Luís é referência nacional em equipamentos sociais

Publicidade
Carolina Nahuz

São Luís, MA. O trabalho na área da assistência social desenvolvido pela Prefeitura de São Luís foi mais uma vez destacado como uma referência no país por representante do Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS). A avaliação positiva foi expressada pela Diretora do Departamento de Proteção Social Especial do MDS, Telma Maranho, durante a entrega do Abrigo Institucional para Pessoa em Situação de Rua e da nova sede do Centro de Referência Especializado para População em Situação de Rua (Centro POP) na última sexta-feira (14).

Tereza Maranho
A avaliação positiva é da diretora do Departamento de Proteção Social Especial do MDS, Telma Maranho
“A gente fica muito feliz ao ver esse compromisso do prefeito Edivaldo e suas equipes, que têm realizado um trabalho de muita qualidade, especialmente nessa área de atendimento à população de rua. Os serviços estão avançando muito e têm sido uma referência para nós. Destaco ainda o compromisso da equipe em efetivar um vínculo com as pessoas atendidas pelo local e promover o resgate da cidadania da população de rua”, disse Telma.

Sobre o Abrigo Institucional para Pessoa em Situação de Rua, a diretora do MDS frisou ainda que o espaço assegura, juntamente com o desenvolvimento de outras políticas voltadas para essa área de inclusão social, o direito das pessoas terem uma moradia provisória até reconstruírem seu projeto de vida.

Além do Centro POP e do abrigo, que oferecem serviços às pessoas em situação de rua, na área da assistência social, a Prefeitura já entregou à população a primeira Residência Inclusiva da cidade e o Centro Dia, para acolhimento de pessoas com deficiência e em situação de abandono; e o Centro de Referência da Assistência Social (Cras) da Cidade Operária, que atende famílias cadastradas no CadÚnico e oferece cursos profissionalizantes, através do Pronatec.

A inauguração da Residência Inclusiva, que aconteceu em setembro deste ano, também contou com a presença de representante do Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS). Na ocasião, a coordenadora nacional de Serviços de Acolhimento do MDS, Nilzareth Margarida Lima, também elogiou a condução das políticas municipais direcionadas à inclusão em São Luís.

“A administração municipal entende que oferecer serviços de qualidade é um direito da pessoa com deficiência e não apenas ações de caráter meramente assistencialistas e feitas de qualquer jeito”, reconheceu. Ainda sobre a Residência Inclusiva, a coordenadora destacou que é a maior e melhor do país, em termos de estrutura, conforto e beleza.
Publicidade