Maranhão/Cemar enfrenta o Molico/Nestlé na estreia da Superliga

Publicidade
Elenco e comissão técnica do Maranhão Vôlei/Cemar, prontos para a temporada
Canal Comunicação

Na próxima semana, o Maranhão Vôlei/Cemar fará sua estreia na Superliga 2014/2015 no Ginásio Castelinho contra o Molico/Nestlé. O jogo marcará o início da segunda temporada da equipe na principal liga feminina de vôlei do mundo. A competição contará com 13 equipes e, mais uma vez, o MV/Cemar será o único representante do Norte/Nordeste.

O time está totalmente renovado e, somente três jogadoras permaneceram da equipe ano passado: a capitã e ponteira Nikolly Del Ryo, a meio Adri e a levantadora Thaynã. O elenco é composto por 13 jogadoras, onde a maioria possui mais de 25 anos de idade. Integram o grupo três meios de rede, cinco ponteiras, uma oposta, duas levantadoras e duas líberos.

A Superliga voltará a ser disputada em turno e returno na fase de classificação onde todas as equipes jogam entre si. Como esta temporada possui um número ímpar de participantes, sempre um time folgará a cada rodada. Após o fim da fase classificatória, as oito melhores colocadas passam para a próxima fase da competição.

Torcida

Na temporada passada, em todos os jogos em casa, a torcida maranhense compareceu em grande número. O Ginásio Castelinho teve a maior média de público com milhares de pessoas nos treze jogos que recebeu. Dentro de quadra as jogadoras tinham um jogador a mais, já que o incentivo das arquibancadas foi grande. Atuante e vibrante durante todos os jogos, o público maranhense deve fazer a diferença mais uma vez durante a competição.

"A torcida aqui no Maranhão é algo inexplicável. O ginásio em dias de jogo é coisa de outro mundo. Todos nos ajudam muito dentro de quadra. Claro que nós queremos que eles estejam aqui de novo. Tomara que a torcida volte a comparecer em todos os jogos como fez no ano passado", destacou a ponteira e capitã Nikolle Del Ryo.

Comissão técnica

Uma das vantagens do Maranhão Vôlei/Cemar nesta temporada foi que a equipe manteve a comissão técnica liderada pelo treinador Chicão e seu auxiliar Osni. Acostumados com o clube, com a torcida e com a Superliga, os profissionais devem executar um trabalho ainda melhor este ano.

Montagem do elenco

O técnico Chicão foi o responsável pela montagem do elenco. O MV/Cemar investiu em quatro jogadoras do Osasco (SP), que foi líder da fase de classificação na Superliga passada. Algumas das jogadoras já haviam trabalhado com o treinador, que está bastante otimista. "No ano passado optamos por contratar atletas mais novas, para que também competissem na Liga Sub 23. A inexperiência terminou atrapalhando o desempenho do grupo na Superliga, competição de alto nível técnico. Agora é diferente. A maturidade do nosso grupo vai contar muito", disse o otimista Chicão.
Publicidade