PSTU defende cadeia e confisco para Roseana e Lobão

Publicidade
Saulo Arcangeli concorre ao governo do Maranhão pelo PSTU
PSTU

São Luís, MA. Saiu na imprensa mais um caso de corrupção envolvendo políticos e empresas. Dinheiro público sendo desviado através de contratos superfaturados na Petrobrás entre 2004 e 2012.

O ex-diretor da Petrobrás Paulo Roberto Costa prestou depoimento a Polícia Federal e listou vários políticos beneficiados com propinas, entre eles o pai do candidato Edinho Lobão, o ministro Edson Lobão e a governadora Roseana Sarney.

É a segunda denúncia em menos de um mês envolvendo as famílias Sarney e Lobão. Recentemente, Roseana foi acusada de receber uma mala de dinheiro para liberar precatórios para uma empreiteira.

Se a Justiça agisse corretamente e tivéssemos uma democracia de verdade, Roseana e Lobão estariam presos e Edinho Lobão não seria mais candidato. Infelizmente, políticos e empresários corruptos dificilmente são presos neste país e representam apenas 1% da população carcerária no Brasil.

Ao invés disso, Sarneys e Lobos aumentam seu patrimônio de eleição para eleição à custa do sofrimento do povo. E as empresas envolvidas em corrupção continuam obtendo lucros como se não tivesse acontecido.

O PSTU defende cadeia e confisco dos bens para corruptos e corruptores, uma Petrobrás 100% Estatal, pois os contratos de terceirização são a porta de entrada da corrupção na estatal! Por fim, conclamamos os maranhenses a derrotar a oligarquia Sarney confiando em suas próprias forças nas ruas e nas lutas e nas urnas votando nos candidatos do PSTU.
Publicidade